2014
-
Norte
Vovô e Vovó socorristas
Projeto Vovô e Vovó Socorristas

Ao reparar que as pessoas idosas estavam sendo relegadas à condição que ele descreve como “a que mora no quartinho dos fundos, isolada, tendo só uma rede e a televisão”, o médico e diretor do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) de Belém, José Guataçara Correa Gabriel, decidiu usar a estrutura do Serviço para treiná-los nos primeiros atendimentos das urgências médicas. Pronto, estava criado, em 2010, o projeto Vovó e Vovô Socorristas, que já treinou até hoje 140 pessoas com 60 anos ou mais.

A principal justificativa da experiência é a inclusão social da pessoa idosa, valorizando suas potencialidades de contribuição e participação social, a partir do cuidado com a saúde na comunidade. A base do projeto é a realização de curso de 40hs, ministrados no Núcleo de Capacitação do SAMU em Belém. para formar pessoas idosas que atuem como multiplicadores socorristas. Cerca de 90% dos alunos são mulheres, que aprendem a fazer os primeiros atendimentos – como socorrer uma pessoa engasgada – e tomar as primeiras providências até a equipe do SAMU chegar.

Além do curso, foi ressaltada a promoção de ações em praças, feiras, escolas e vias públicas. O projeto associa a vivência e experiência adquiridas no decorrer da vida a uma formação e treinamento específicos, o que potencializa a atuação de pessoas idosas socorristas, que trazem consigo saberes que também auxiliam no momento de prestar o socorro às vítimas de acidentes.

Em 2015, a equipe do projeto planeja replicar a prática no município de Castanhal, que tem 250 mil habitantes e fica a cerca de 70km da capital. “Esperamos fazer lá a mesma transformação que empiricamente observo em Belém: a recuperação da autoestima e a replicação das técnicas elementares do socorro, porque um socorrista passa a informação para o outro”, explica Guataçara.

 

“Muitas já pensam em iniciar uma carreira como cuidadores, babás e
a ganhar algum dinheiro na comunidade em que vivem.”

José Guataçara Correa Gabriel

 

Ficha técnica


Município: 
Belém, PA

Instituição Responsável: 
Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Belém


Coordenador da experiência: 
Carla de Cassia Carvalho Casado e José Guataçara Correa Gabriel

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(91) 8865-1722

Beneficiados: 
140 pessoas idosas


Categoria da experiência: 
Promoção da saúde da pessoa idosa (práticas corporais e atividades físicas, alimentação e nutrição, experiências inovadoras de educação em saúde etc.)

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br