2015
-
Sul
Projeto Alegria e Movimento

TÍTULO COMPLETO: Projeto Alegria e Movimento

INTRODUÇÃO

Ipira faz parte da Macrorregião de Saúde do Meio Oeste Catarinense, é um município de pequeno porte, essencialmente agrícola e conta atualmente com duas equipes de ESF e Saúde Bucal (área urbana e rural), um NASF e 15 Agentes Comunitárias de Saúde totalizando 100% de cobertura populacional. Através de visitas domiciliares feitas pelo Agente Comunitário de Saúde, da micro área nº 07 que abrangem as comunidades da área rural de Filadélfia e Mambuca, a mesma observou através das fichas B (de acompanhamento de hipertenso e diabético) um aumento do números de idosos, o crescente índice de indivíduos hipertensos, o alto grau de sedentarismo principalmente da população idosa, a falta de atividades de lazer, elevado uso de antidepressivos, queixas constantes de dor pelo corpo, pessoas solitárias e carentes de afeto. Surgiu à necessidade de buscar caminhos alternativos no processo de trabalho, criando-se o Grupo Alegria e Movimento, visando à necessidade de transformação das práticas de saúde a Dança foi inserida como forma de melhorar a qualidade de vida daquela comunidade.

A DANÇA é uma atividade aeróbica e focada em pontos específicos do corpo, que variam de acordo com o tipo da atividade. Em geral, mexe com frequência cardíaca, musculatura esquelética, articulações, respiração, resistência cardiopulmonar, melhora o equilíbrio, a concentração, a coordenação motora, a postura, a disciplina, libera endorfina, substancia relacionada ao prazer, combate ao stress e ansiedade, aumenta a autoestima, podendo ser uma boa aliada para se perder peso. É um exercício que interliga corpo e mente. A prática da dança foi escolhida pelas equipes da ESF II (área rural) e NASF por ser uma atividade aeróbica, segura, de baixo custo, simples de ser executada, adequados para os adultos, especialmente idosos e indivíduos portadores de doenças crônicas, cardíacas e metabólicas (diabetes, obesidade e excesso de triglicérides no sangue), além de promover vários benefícios para o sistema cardiovascular e musculoesquelético.

Neste contexto, aproveitando os benefícios que a prática da dança oferece, o projeto Alegria e Movimento pretende proporcionar uma melhor qualidade de vida aos participantes, bem como estimular a prática de atividade física, de lazer, modos de vida saudável e a integração da comunidade.

OBJETIVOS

  • Disponibilizar recursos para custeio de atividades educativas com os idosos;
  • Capacitar os profissionais de saúde do SUS na área de geriatria e gerontologia;
  • Prevenir risco de quedas e os agravos das doenças crônicas;
  • Incentivar atividades de lazer e integração social;
  • Estimular práticas saudáveis e mudança do estilo de vida;
  • Estimular autoconfiança e autoestima.

ATIVIDADES

O projeto teve seu início em 20 de março de 2013, acontece quinzenalmente no período da manhã das 08h00min às 10h00min na comunidade de Filadélfia. Os participantes são monitorados e acompanhados pelo Agente Comunitário de Saúde (ACS), Fisioterapeuta do NASF, Técnica de enfermagem, Enfermeira e Odontóloga.

O protocolo de atividades acontece da seguinte maneira:

  1. A pressão arterial e os batimentos cardíacos são monitorados pela enfermeira e pela técnica de enfermagem responsável antes e depois das atividades;
  2. É realizado um instante de meditação (reflexão);
  3. Na sequencia o fisioterapeuta segue com aquecimento e alongamento dos principais grupos musculares para prevenir possíveis lesões e desconfortos. (20 min);
  4. Em seguida uma caminhada orientada (30 min);
  5. Após, inicia-se as atividades de danças coordenadas pela Agente Comunitária de Saúde: danças sêniores, danças sentadas, danças do folclore Germânico e brasileiro, dinâmicas de descontração através de danças (30min);
  6. Eventualmente ocorrem mini palestras com a odontóloga e enfermeira da ESF.
  7. Desaquecimento, relaxamento muscular, respiração e alongamento com fisioterapeuta. (20min).

A Dança Sênior constitui-se de um conjunto sistematizado de coreografias baseado em danças folclóricas de diversos povos, especialmente adaptadas às possibilidades e necessidade da pessoa idosa. É uma atividade grupal, de baixo impacto, curta duração e não utilização de esforços intensos. A Dança Sênior apresenta vários benefícios dentre eles destacam-se: o aprendizado das coreografias trabalha a atenção, concentração, percepção, lateralidade, ritmo, memória recente, orientação espacial, estimulando diversas habilidades psicomotoras e cognitivas, além de promover um trabalho motor com progressivo condicionamento físico à sensação de satisfação física e emocional. O trabalho realizado em grupo é cooperativo, possibilitando maior entrosamento, facilitando a socialização e o enriquecimento das relações interpessoais. Capacidades individuais como mobilidade, flexibilidade, agilidade, resistência, equilíbrio estático, coordenação motora e outras podem ser estimuladas, reativadas ou recuperadas, influindo positivamente sobre o sentimento de auto estima e eficácia. Para os idosos ou pessoas que tem dificuldades de movimento com os membros inferiores são utilizadas as danças sentadas, em que as pessoas permanecem sentadas, movimentando pernas, pés, braços, mãos, tronco sem precisar colocar o seu peso sobre as pernas. Dispomos as cadeiras em círculo, ensinamos as coreografias e os participantes podem usufruir os benefícios da Dança sênior como os outros.

EQUIPE

01 AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE;

01 ENFERMEIRO;

01 TÉCNICO DE ENFERMAGEM;

01 FISIOTERAPEUTA

EQUIPAMENTOS E RECURSOS

Recursos Humanos e Financeiros da Secretaria Municipal de Saúde e Promoção social.

OS PROFISSIONAIS QUE FAZEM PARTE DO PROJETO SÃO DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA E NASF. O LOCAL UTILIZADO PARA AS ATIVIDADES SÃO ESPAÇOS PÚBLICOS; MATERIAIS: Estetoscópio, Aparelho de Pressão (Esfigmomanômetro), Pranchetas e papel, Canetas, caixa de som entre outros todos de baixo custo. disponibilizado veículo para transporte dos profissionais.

RESULTADOS

Apesar de pouco tempo de realização do projeto, já podemos observar alguns resultados positivos de acordo com depoimentos dos participantes, como, aumento da autoestima, redução dos níveis de dor, sensação de bem-estar e maior integração entre os participantes. E um aspecto positivo que se observou foi à melhora da pressão arterial após atividades realizadas. Vale ressaltar também, que o grupo sugere a gestão municipal que os encontros sejam semanais devido aos bons resultados.

Ficha técnica


Município: 
Ipira, SC

Instituição Responsável: 
Secretaria Municipal de Saúde e Promoção Social


Coordenador da experiência: 
Enir Janete Zimmer

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(049) 3558 0788

Beneficiados: 
Comunidade em geral, principalmente idosos


Categoria da experiência: 
Promoção da saúde da pessoa idosa (práticas corporais e atividades físicas, alimentação e nutrição, experiências inovadoras de educação em saúde etc.)

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br