2016
-
Sudeste
Caracterização do perfil sócio-demográfico e de saúde dos idosos atendidos pelo NASF e ações desenvolvidas para atendê-los na atenção básica.

TÍTULO COMPLETO: Caracterização do perfil sociodemográfico e de saúde dos idosos atendidos pelo NASF e ações desenvolvidas para atendê-los na atenção básica.

 

INTRODUÇÃO

A inversão da pirâmide demográfica brasileira levou ao aumento da demanda dos serviços de atenção à saúde da pessoa idosa. As políticas públicas e os serviços de saúde não se prepararam para esta situação e buscam alternativas para se adaptar. A equipe multidisciplinar do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) em Ipatinga observou um grande fluxo de encaminhamento de idosos e sentiu a necessidade de conhecê-los melhor para poder oferecer um serviço mais eficiente.

 

OBJETIVOS

O objetivo primordial foi desenhar o perfil dos usuários com idade maior ou igual a 60 anos, encaminhados, acolhidos, avaliados e atendidos pela equipe do Núcleo de Apoio a Saúde da família (NASF) em duas unidades de saúde do município Ipatinga/MG para levantamento das principais patologias e autopercepção de saúde de forma a viabilizar a elaboração de futuras ações preventivas.

 

PÚBLICO-ALVO

Todos os usuários idosos (com 60 anos ou mais), atendidos por meio de encaminhamentos formais, pelo NASF durante a rotina de triagem nas unidades participantes.

 

ATIVIDADES 

Observamos que o mesmo usuário recebia atenção de diversos profissionais de maneira pouco integrada. Através do questionário aplicado na primeira consulta, conseguimos traçar o perfil de saúde destes usuários. Este conhecimento propiciou a base de uma atenção mais integrada.

Utilizou-se como recurso metodológico, análise quantitativa por meio questionário aplicado. A pesquisa bibliográfica foi realizada a partir da observação de dados e de materiais já publicados no IBGE e artigo cientifico disponível por meio eletrônico. A entrevista foi realizada com todos os usuários idosos (com 60 anos ou mais), atendidos por meio de encaminhamentos formais, pelo NASF durante a rotina de triagem nas unidades participantes; sendo que todos os integrantes obtiveram informação da pesquisa, os dados foram coletados com consentimento e sem identificação do usuário. Após a aplicação do questionário os dados foram tabulados e contra referendados às Estratégias de Saúde da Família das unidades e a gestão municipal servindo de base para ações de intervenções e assim contribuindo para a adaptação necessária à atenção aos idosos.

O questionário continha 30 perguntas estruturadas nos seguintes módulos: informações sociodemográficas e de envelhecimento, informações gerais de saúde e qualidade de vida diária; sendo permitida mais de uma resposta na maioria das perguntas. Após este período de coleta obteve-se um total de 42 questionários.

 

EQUIPAMENTOS E RECURSOS

Os recursos utilizados foram oriundos do programa NASF via Secretaria Municipal de Saúde, assim como os profissionais são servidores da Prefeitura Municipal de Ipatinga.

 

RESULTADOS

Após um maior conhecimento dos idosos atendidos pela equipe NASF as atividades oferecidas foram remodeladas e passaram a serem interligadas. O tempo de espera pelos serviços diminuiu e a satisfação dos usuários aumentou. Fortaleceu a abordagem multidisciplinar gerando melhoria nos processos de trabalho com abordagens mais eficientes e integralizadas.

Determinamos características importantes dos nossos usuários: estão entre 65-70 anos, tiveram uma média alta de filhos, não moram sozinhos, possuem renda mensal baixa, são em grande parte obesos. Todos apresentam uma ou mais doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). As algias vertebrais e hipertensão arterial foram destaques nos encaminhamentos. A maior parte deambula sem auxilio, consideraram sua saúde como regular e se declararam feliz na maior parte do tempo. As atividades oferecidas pela equipe NASF foram remodeladas e passaram a ser interligadas. Assim quando um idoso é encaminhado a um dos profissionais com uma queixa principal ele é avaliado e direcionado para várias outras atividades terapêuticas: avaliação nutricional, orientações posturais, grupos operativos específicos de atividade física e cognitiva. Este idoso é periodicamente reavaliado e pode ao longo do tempo receber mais ou menos atenção da equipe, como mudar de grupo terapêutico, ser atendido na atenção especializada ou receber alta. Esta atenção integral e continuada favorece todos os processos de trabalho da Unidade básica de saúde (Equipe de saúde da Família, NASF, Saúde Mental, Assistente Social entre outros). Desta forma conseguimos oferecer um serviço mais ágil, mais completo, com eficiência e maior adesão por parte dos usuários.

Ficha técnica


Município: 
Ipatinga

Instituição Responsável: 
Prefeitura Municipal de Ipatinga

Parceiros: 
Equipe Saúde da Família da Unidade

Coordenador da experiência: 
- Nubia Alves Reis - Nutricionista - Livia Guimarães Morato - Fisioterapeuta - Gracia Maria Cabral Martins da Costa - Educadora Física

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(31) 3829 8011

Beneficiados: 
Usuários das unidades de saúde dos bairros Bethania e Vila Militar


Categoria da experiência: 
Organização da atenção à saúde da pessoa idosa na Rede de Atenção à Saúde (implementação de linha de cuidado, regulação, fluxos, etc.)

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br