2016
-
Norte
Grupo da Melhor Idade

TÍTULO COMPLETO: Grupo da Melhor Idade

 

INTRODUÇÃO

O DSEI Alto Rio Solimões abrange uma população de aproximadamente 3.000 idosos, sendo das etnias Ticuna, Kocama, Kaixana, Kanamari, Kambeba, Witoto e Maku-Yuhup. O Programa Saúde do Idoso foi implantado em 2013 tendo como principal objetivo valorizar a cultura e promover o envelhecimento ativo e saudável. Dentre as atividades a serem realizadas estava à criação de um grupo com idosos em cada polo base, para que as equipes s pudessem se reunir com os idosos, realizando educação em saúde, promoção da qualidade de vida e proporcionando um momento de descontração. Atualmente os grupos são realizados mensalmente nos 12 polos base deste DSEI, com exceção do polo base de Belém do Solimões, que realiza as atividades semanalmente, também são realizados com uma menor frequência nas demais aldeias. A ação é realizada pela Equipe Multidisciplinar de Saúde Indígena – EMSI, que conta com enfermeiros, médico, nutricionista, odontólogo, psicólogo e farmacêutico, além dos Agentes Indígenas de Saúde (AIS), é realizado educação em saúde, avaliação dos sinais vitais, avaliação antropométrica, atividade física e após é oferecido uma refeição. No início das atividades tinha como intuito aproximá-los do Polo não apenas para o trabalho curativo como era feito e, sim, para trabalhar a prevenção e promoção da saúde. No começo, teve bastante resistência por parte dos idosos, e hoje se percebe que eles estão mais interessando e participativos. É visível como eles se sentem bem após as atividades, e há uma grande interação uns com os outros. Observa-se que os próprios idosos procuram pelo polo base em busca das atividades, tendo em vista que eles se acolhidos e é um momento de descontração e valorização deles.

 

OBJETIVOS

Implantação dos grupos mensalmente nos polos, com intuito de aproximá-los da equipe, tirá-los da ociosidade e ter um olhar diferenciado para eles.

 

ATIVIDADES 

A princípio os grupos eram feitos esporadicamente, não existia uma rotina, nem todos os polos realizavam, com exceção do  polo base Belém do Solimões que já desenvolvia esse trabalho, com o passar do tempo passou a ser uma atividade de rotina em todos os polos, e a população começou a se interessar cada vez mais, sendo presentes e assíduos.

 

EQUIPE

Todos os profissionais da equipe se envolvem na realização das atividades com os idosos, médico, enfermeiro, nutricionista, odontólogo, farmacêutico, psicólogo, técnico de enfermagem, técnico de saúde bucal e agente indígena de saúde.

 

EQUIPAMENTOS E RECURSOS

Os equipamentos e materiais utilizados são de uso da rotina do polo base.

O gasto na realização dos grupos é com gêneros alimentícios, pois é oferecido uma refeição (lanche ou sopa) e é custeado pelas equipes dos polos.

 

RESULTADOS

Criação de grupos nos 12 polos base, conscientização da equipe quanto a importância em trabalhar com esse público. Os idosos relatam que se sentem bem e acolhidos, houve uma maior procura pela equipe multidisciplinar, estreitando os laços e possibilitando um melhor acompanhamento dos idosos.

Hoje conseguimos perceber que a equipe tem uma visão diferente com esse público, dão uma importância maior, pois no início muitos não viam eles como prioridade, existia certa resistência por parte da equipe e por parte da população em aceitar o cuidado.

A população idosa é a mais participativa na realização dos grupos, eles estão envolvidos em todas as ações que são realizadas no polo base, são ativos e participativos.

A população idosa merece um olhar diferenciado, se queremos manter a cultura dos indígenas é importante a presença constante dos idosos, pois são os que mais mantém os hábitos e costumes da cultura deles.

Este trabalho não tem previsão para encerrar, após a implantação e os bons resultados virou rotina da equipe e dos idosos

Ficha técnica


Município: 
Tabatinga

Instituição Responsável: 
DSEI Alto Rio Solimões


Coordenador da experiência: 
Isabela Resende Pereira

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(97)3412-5559

Beneficiados: 
População indígena idosa


Categoria da experiência: 
Atividades do setor Saúde indutoras da participação social da pessoa idosa (grupos de convivência; atividades culturais, artísticas, de recreação e lazer; ações intergeracionais; atividades que estimulem a participação na vida comunitária e cidadã; contro

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br