2015
-
Sudeste
Evitando quedas de idosos em área de ocupação desordenada

TÍTULO COMPLETO: Evitando quedas de idosos em área de ocupação desordenada

INTRODUÇÃO

Em uma área de ocupação desordenada, dois porcento dos idosos sofreram quedas fora do seu domicilio, resultando em fraturas, feridas crônicas e isolamento social. Para reduzir o número de quedas de idosos na área de abrangência com ações de participação popular, intersetoriais, educação permanente e educação popular em saúde, foram efetivadas as estratégias elaboradas pelas Equipes de Saúde da família e Conselho Gestor Local.  Já foi possível reduzir aproximadamente 36% dos relatos de queda em idosos na área de abrangência da UBS Santa Madalena. Também é constada a identificação pelas ESF da distribuição dos idosos maiores e menores de 80 anos na área atendida; a identificação, mapeamento e divulgação pelas ESF dos locais de riscos de queda na área atendida; a capacitação dos ACS sobre estratégias de prevenções de queda; o empoderamento de idosos e familiares para evitar o agravo e consequentes danos e a implantação de barras de apoio em algumas vielas, graças a mobilização popular.

OBJETIVOS

Reduzir o número de quedas de idosos na área de abrangência com ações de participação popular, intersetoriais, educação permanente e educação popular em saúde.

ATIVIDADES

Durante os meses de janeiro a março/2015 foram realizadas as seguintes ações:

a.            Realizado o levantado da distribuição de idosos ao analisar o arquivo atualizado do banco de dados do Sistema de Atenção em Básica (SIAB);

b.            Treinamento dos ACS para orientar quanto a prevenção de quedas;

c.            Fotografado locais de risco na área de abrangência para apresentar em panfleto;

d.            Elaborado panfleto para divulgação em visitas domiciliares para idosos e familiares;

e.            Solicitado a subprefeitura de Sapopemba a implantação nas vielas de barras de apoio.

A partir de abril/2015 durante a visita domiciliar, ocorre a educação popular em saúde para prevenção de quedas de idosos na área de abrangência. Até novembro/2015 ocorrerá trinta visitas mensais por ACS para trabalhar as estratégias de alerta para evitar quedas dentro e fora do domicilio. Em dezembro/2015 está previsto a avaliação de todas as ações proposta no planejamento.

EQUIPE

Quinze profissionais de saúde e três voluntários do Conselho Gestor Local.

EQUIPAMENTOS E RECURSOS

Realizado 100 impressões coloridas;

Computador e data show para elaboração e execução da educação permanente e ofício de solicitação de equipamentos e barras de apoio;

Comprar e instalação nas vielas de barras de apoio.

 

As ações foram executadas graças aos recursos humanos e financeiros da Secretária Municipal de Saúde e Subprefeitura de Vila Prudente e Sapopemba.

RESULTADOS

Até o momento a equipe de saúde da família e o Conselho Gestor Local colheram os seguintes resultados:

a.            Identificação pelas ESF da distribuição dos idosos maiores e menores de 80 anos na área atendida;

b.            Identificação, divulgação e mapeamento pelas ESF dos locais de riscos de queda na área atendida;

c.            Capacitação dos ACS sobre estratégias de prevenções de queda;

d.            Empoderamento de idosos e familiares para evitar o agravo e consequentes danos;

e.            Implantação de barras de ferro em algumas vielas graças a mobilização popular.

f.             Redução de aproximadamente 36% dos relatos de queda em idosos (quatro casos) na área de abrangência da UBS Santa Madalena.

Ficha técnica


Município: 
São Paulo, SP

Instituição Responsável: 
Unidade Básica de Saúde Santa Madalena

Parceiros: 
Conselho Gestor Local e Subprefeitura de Sapopemba

Coordenador da experiência: 
Patricia Melo Bezerra e Marcos Eunésio Dantas Sousa

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(011) 27025919

Beneficiados: 
Idosos residentes na área de abrangência da UBS


Categoria da experiência: 
Prevenção de doenças e agravos em pessoas idosas (quedas, violência, suicídio, doenças crônicas não transmissíveis, uso abusivo de álcool, tabaco e outras drogas; acidentes de trânsito, saúde sexual e prevenção à ISTs/HIV-Aids e hepatites virais, etc.)

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br