2015
-
Sudeste
Autocuidado Apoiado
Iniciativa com a Instituição de Longa Permanência de Idosos do Município de Santo Antônio do Monte/MG

TÍTULO COMPLETO: Autocuidado Apoiado

INTRODUÇÃO

Trata-se de intervenção voltada à mudança de comportamento e estilo de vida dos idosos da Instituição de Longa Permanência de Idosos do município de Santo Antônio do Monte/ MG, aplicada nas ações de adoção de comportamentos saudáveis e apoio ao autocuidado.  Os usuários gerenciam seu próprio cuidado, tomam decisões cotidianas sobre alimentação, atividade física, medicação, estilo de vida e higiene pessoal, a equipe de saúde preparada procura ampliar a capacidade de confiança e eficácia dele no manejo de sua condição. Nessa parceria que se estabeleceu entre o profissional de saúde e o interno é construído colaborativamente o Plano de Autocuidado com intuito de organizar as intervenções para o controle das condições de saúde presentes. A ação foi sistematizada com a Técnica dos 5 “A´s”, pela qual foi avaliada onde o interno está no processo de mudança. O início da elaboração do plano de autocuidado, após a avaliação é aconselhar, esclarecer dúvidas, verificar se a pessoa entendeu sobre o assunto, a partir daí o idoso seleciona algum comportamento para adotar nos próximos dias, considerando o grau de interesse e de confiança em executar o plano. O profissional de saúde pode prestar assistência à construção do plano de forma colaborativa e apoiar a pessoa a desenvolver a habilidade de resolver problemas e lidar com as recaídas. O acompanhamento do processo de mudança pelo profissional é realizado semanalmente e/ou quinzenalmente os instrumentos de registros de monitoramento são diários pelo usuário e pelo profissional registro de planilhas de monitoramento. O profissional de saúde escolhe as melhores estratégias para auxiliar as pessoas a transitarem pelos diferentes estágios na medida que elaboram e executam seus planos de autocuidado. 

OBJETIVOS

Promover a saúde dos idosos com adoção de comportamentos saudáveis, mantendo o bem-estar, alcançando objetivos, prevenindo doenças e agravos e fortalecendo a autonomia na execução de atividade de vida diárias.

ATIVIDADES

Foi discutido pelo profissional do NASF juntamente com a coordenação de Promoção a Saúde o propósito de utilizar a Tecnologia de Mudança de Comportamento Autocuidado Apoiado no ILPI. Foi repassada a coordenação de enfermagem do ILPI a proposta de aplicação do Autocuidado Apoiado, no qual foi aceita de imediato.

O profissional de saúde do NASF iniciou aplicação do Autocuidado Apoiado nos idosos com o intuito de auxilia-los na adoção de comportamentos saudáveis por meio de uma relação ética onde há valorização do outro, da sua história de vida e da sua capacidade em resolver problemas. Nessa parceria com o profissional de saúde e usuário foi construído colaborativamente um Plano de Autocuidado, com intuito de organizar as intervenções para o controle das condições de saúde presentes.  Foi avaliado a capacidade e o desejo da pessoa em exercê-lo, o profissional observou se a pessoa tem autonomia e independência suficientes para realizar o plano de autocuidado e se ela aceitava participar do processo. A técnica dos 5 A´s sistematizou as ações da equipe no apoio ao processo de mudança. O acompanhamento do processo de mudança foi monitorado semanalmente através de um roteiro e registrado em uma planilha de monitoramento.

EQUIPE

Foi necessário 01 profissional do NASF Psicóloga / 01 profissional da Promoção em Saúde Coordenadora

EQUIPAMENTOS E RECURSOS

A Tecnologia do Autocuidado em si não tem custo, porém foi estimado custos R$1.500,00 para insumos.

Recursos humanos e financeiros da SMS.

RESULTADOS

Foram alcançadas significativas mudanças de comportamento saudáveis nos internos do ILPI e observado um melhor gerenciamento do próprio cuidado, com tomadas de decisões cotidianas mais responsáveis e conscientes influenciando diretamente nas escolhas diárias, um maior enfrentamento dos obstáculos, solucionando problemas aumentando assim a confiança em alcançar suas metas.  Percebeu-se uma maior sensibilização dos idosos em todos os estágios de motivação, inclusive uma movimentação constante para práticas saudáveis na instituição.

Ficha técnica


Município: 
Santo Antônio do Monte, MG

Instituição Responsável: 
Núcleo de Apoio a Saúde da Família - NASF

Parceiros: 
Atenção Primária a Saúde

Coordenador da experiência: 
Vigilância em Saúde/ Promoção em Saúde

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(37)32811400

Beneficiados: 
Internos da Instituição de Longa Permanência


Categoria da experiência: 
Promoção de atividades intersetoriais que beneficiem pessoas idosas por meio da integração do setor Saúde com: Assistência Social, Direitos Humanos, Educação, Transporte, Ministério Público, dentre outros)

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br