2015
-
Centro-Oeste
Projeto Avós Amig@s do Peito

TÍTULO COMPLETO: Projeto Avós Amig@s do Peito

INTRODUÇÃO

Os primeiros dois anos de uma criança são importantíssimos para seu desenvolvimento, a criança adquiri muitas habilidades e uma alimentação adequada nesta fase reflete muito sua vida futura. A autoestima da criança, sua relação com a família, e o surgimento de doenças crônicas tem relação estreita com a alimentação que o sujeito recebe na infância. Os avós também têm importante papel no desenvolvimento da criança e são os principais agentes socializadores após os pais. As avós muitas vezes apoiam e orientam os novos pais na criação de seus filhos e muitos ainda exercem o papel de cuidar dos netos. Tendo em vista que uma concepção errônea de alimentação saudável pode interferir diretamente na amamentação e na introdução da alimentação complementar em seus netos formulamos este projeto que tem como principal objetivo resgatar conhecimentos existentes sobre amamentação e alimentação complementar em avós, disponibilizando novas informações com vista a empoderá-los para serem em sua comunidade um agente apoiador da amamentação e alimentação saudável.

OBJETIVOS

Objetivo geral: resgatar conhecimentos existentes sobre amamentação e alimentação complementar em avós, disponibilizando novas informações com vista a empoderá-los para serem em sua comunidade um agente apoiador da amamentação e alimentação saudável. Objetivos específicos:

  • Empoderar os usuários (avós) de sua importância como agentes para promover a saúde de sua família e comunidade;
  • Difundir para a comunidade informações sobre a amamentação e alimentação complementar saudável;
  • Favorecer a criação de vínculo da comunidade com os serviços de saúde;
  • Promover o envelhecimento saudável e uma velhice ativa;
  • Promover a integração intergeracional.

ATIVIDADES

A forma que o tema será abordado pode se adequar a depender de cada grupo e ocasião. O aconselhável é que a atividade não tenha duração de mais de duas horas e que implique em resgatar conhecimentos e oferecer novas informações sobre amamentação e alimentação saudável.

A exploração do tema deve ser realizada por profissional que já fez a Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil (EAAB) ou sob orientação do mesmo. Abaixo segue uma sugestão de atividade que pode ser adaptada conforme necessidade.

Programação do curso:

  1. 10 min – apresentação dos participantes (nome e se tem contato com mulheres grávidas e com bebês ou crianças)
  2. 5 min – Introduzindo o tema (abordar a importância do papel das pessoas mais velhas no apoio e orientação aos mais jovens)
  3. 15 min – Regatando conhecimentos adquiridos - dividir os participantes em 3 grupos. Cada grupo regatará conhecimentos sobre os seguintes temas: A) Amamentação (posição, benefícios, amamentar até quando, utilização de chás e água) B) Introdução da alimentação (quando, como e quais alimentos introduzir) C) Alimentação de crianças com 1 a dois anos (como deve ser, quais alimentos podem ser consumidos)
  4. 20 min – Apresentação das discussões
  5. 30 min – Aprendendo um pouco mais – Explanação sobre os 10 passos para uma alimentação saudável para crianças brasileiras menores de dois anos
  6. 40 min – Vídeo “10 passos para uma alimentação saudável para crianças brasileiras menores de dois anos”
  7. 10 min – Fechamento (resgatar principais pontos que foram observados durante a atividade) Certificação: após a conclusão do curso os participantes poderão receber uma declaração de que participaram do curso e que estão “aptos(as) a promover a amamentação e alimentação complementar saudável, na sua família e comunidade”.

EQUIPE

Pelo menos duas pessoas para coordenar a oficina, sendo que um necessariamente tem que ter realizado o curso da Estratégia Amamenta Alimenta Brasil.

EQUIPAMENTOS E RECURSOS

Recursos Materiais (Material e Quantidade): Cartaz = 3 Pincel atômico = 3 Retroprojetor = 1 Leitor de DVD = 1 Certificados = 30

RESULTADOS

Empoderamento dos idosos sobre o tema e utilização dos idosos que participaram do curso em outros eventos que abordassem temas correlacionados.

 

Ficha técnica


Município: 
Brasília, DF

Instituição Responsável: 
Secretaria de Saúde do Distrito Federal

Parceiros: 
Núcleo de Saúde da Criança

Coordenador da experiência: 
Núcleo de Saúde do Idoso

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(061) 3348-6260

Beneficiados: 
População idosa e crianças


Categoria da experiência: 
Atividades do setor Saúde indutoras da participação social da pessoa idosa (grupos de convivência; atividades culturais, artísticas, de recreação e lazer; ações intergeracionais; atividades que estimulem a participação na vida comunitária e cidadã; contro

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br