2014
-
Sudeste
A importância da implantação do rastreamento no cuidado com pé diabético na Atenção Primária à Saúde

O objetivo da iniciativa foi elaborar um Projeto de Intervenção utilizando a implantação do rastreamento no cuidado com os portadores do pé diabético, para assim buscar estratégias para melhoria do trabalho do enfermeiro na UBS Maria Angélica de Castro no município de Santo Antônio do Monte, Minas Gerais, no que tange o rastreamento do pé diabético.

Após diagnóstico situacional feito pela equipe de saúde da Unidade Básica de saúde Maria Angélica de Castro, os seguintes problemas foram identificados: 1- Diabéticos com risco de complicações da doença; 2- Demanda espontânea excessiva; 3- Baixa adesão aos grupos operativos; 4- Falta de área de lazer.

O ‘nó’ crítico apresenta a ideia de algo que se pode intervir, ou seja, que está dentro do espaço de governabilidade. Consideram-se “nós críticos” pela equipe da UBS Maria Angélica de Castro: 1- Hábito e estilo de vida; 2 - Processo de trabalho da equipe; 3 - Nível de informação sobre cuidado dos pés do diabético.

Ficha técnica


Município: 
Santo Antônio do Monte, MG

Instituição Responsável: 
UBS Maria Angélica de Castro


Coordenador da experiência: 
Carla Lorena Santos

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(37) 9905-5218



Categoria da experiência: 
Organização da atenção à saúde da pessoa idosa na Rede de Atenção à Saúde (implementação de linha de cuidado, regulação, fluxos, etc.)

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br