Ano: 
2018
Categoria: 
Reabilitação da pessoa idosa
Região da Prática: 
Nordeste
Município: 
Doutor Severiano
Instituição Responsável: 
Secretaria Municipal de Saúde
Parceiros: 
Academia da Saúde
Coordenação da experiência: 
Carla Inês Jácome da Silva Franco
Telefone institucional: 
(84) 3356-0002
Email da coordenação: 
smsdrseveriano@rn.gov.br
O que motivou a realização dessa experiência?: 
O envelhecimento biológico proporciona um declínio das condições e capacidades físicas, entre elas, a força muscular. O enfraquecimento muscular tem uma relação direta com prejuízos na flexibilidade muscular, no equilíbrio, e principalmente na velocidade, sendo responsável por quedas frequentes, fato que é considerado como uma das maiores causas de morbidade e mortalidade da população idosa. Diante disto, as ações da Academia da Saúde tem como foco a promoção de um envelhecimento saudável com maior qualidade de vida à esta população.
O que se esperava modificar ou realizar através da iniciativa?: 
A proposta em questão surge a partir da necessidade de promoção e prevenção de saúde para pessoa idosa através da reabilitação por melhorar do condicionamento físico diante da realização de exercícios de força, flexibilidade, potência, equilíbrio e marcha.
Descreva as metas para o desenvolvimento da experiência (de 1 a 4, no maximo): 
Restabelecer o equilíbrio;
Aumentar a força e a potência;
Aumentar a mobilidade e flexibilidade de membros superiores e inferiores;
Promover a reabilitação total do paciente;
Qual o perfil dos idosos envolvidos nessa experiência?: 
Idosos acima de 60 anos, de ambos em sexos, independentes ou com algum grau de dependência, e, em sua maioria, portadores de Doenças Crônicas Não-Transmissíveis.
De que forma a experiência foi divulgada ao público?: 
Através de Programa de Rádio, mídias sociais e boca-a-boca.
Onde foi desenvolvida?: 
A experiência contemplou os membros da Academia da Saúde localizada na Zona Urbana do município de Doutor Severiano - RN.
Como os idosos foram selecionados para participar?: 
A seleção é através de encaminhamento médico ou interesse próprio do paciente.
Quantos idosos pretendiam alcançar com essa experiência?: 
200
Quantos idosos participaram da experiência, por ano de atividade?: 
Em média 120 idosos por ano.
Ao final, ou até o momento, quantos idosos participaram da experiência?: 
143
Descreva detalhadamente como eram as atividades realizadas: 
Os idosos chegam às 06:00h da manhã, realizam exercícios de aquecimento (exercícios de mobilidade e flexibilidade). Em seguida, os participantes são separados em duplas e iniciam os exercícios funcionais através de circuitos que contemplam movimentos integrados (empurrar, puxar, agachar, girar, lançar, dentre outros), e, após 40 minutos de realização, são direcionados ao Pólo da Academia da Saúde para realização de momento de relaxamento. Às 07:00h, todos os participantes são liberados.
Descreva quais as dificuldades encontradas para realização das atividades.: 
A dificuldade encontrada diz respeito à falta de confiabilidade inicial dos participantes que chegam ao grupo, e a falta de consciência corporal para realização dos movimentos propostos.
Quais foram os resultados observados depois da implementação?: 
Maior adesão dos idosos à prática de atividade física, aumento dos níveis de força, resistência, mobilidade e flexibilidade dos mesmos, melhora da qualidade do sono, controle de Doenças Crônicas Não-transmissíveis, dentre outros.
Descreva os resultados observados de acordo com as metas previstas: 
Restabelecimento do equilíbrio;
Aumento de força e potência;
Aumento da mobilidade e flexibilidade de membros superiores e inferiores;
Promoção da reabilitação total dos pacientes
Descreva em forma de indicadores quantitativos (números, proporções, taxas) os resultados alcançados pela experiência.: 
Os resultados não podem ser quantificados, visto que, diante da demanda e da necessidade dos idosos, os mesmos permanecem no grupo durante período indeterminado.
Existe equipe responsável pelo monitoramento/avaliação da experiência?: 
Sim
Com que frequência se reúne?: 
Mensalmente.
Quais os pontos positivos da experiência?: 
O processo de envelhecimento, caracterizado por várias transformações progressivas e irreversíveis em função do tempo e, portanto, visto que as ações em saúde tem como objetivo promover e prevenir através da manutenção efetiva dos sistemas, o programa tem relevância à medida em que vem garantindo o bem-estar e a qualidade de vida do idoso, contribuindo para um envelhecimento bem-sucedido e amenizando os efeitos mais severos dessa fase da vida.
2018
-
Nordeste
A importância da Academia da Saúde e do exercício físico no processo de reabilitação da pessoa idosa

TÍTULO COMPLETO: A importância da Academia da Saúde e do exercício físico no processo de reabilitação da pessoa idosa

INTRODUÇÃO

O envelhecimento biológico proporciona um declínio das condições e capacidades físicas, entre elas, a força muscular. O enfraquecimento muscular tem uma relação direta com prejuízos na flexibilidade muscular, no equilíbrio, e principalmente na velocidade, sendo responsável por quedas frequentes, fato que é considerado como uma das maiores causas de morbidade e mortalidade da população idosa. Diante disto, as ações da Academia da Saúde têm como foco a promoção de um envelhecimento saudável com maior qualidade de vida à esta população.

OBJETIVOS

A proposta em questão surge a partir da necessidade de promoção e prevenção de saúde para pessoa idosa através da reabilitação por melhorar do condicionamento físico diante da realização de exercícios de força, flexibilidade, potência, equilíbrio e marcha.

METAS

  • Restabelecer o equilíbrio;
  • Aumentar a força e a potência;
  • Aumentar a mobilidade e flexibilidade de membros superiores e inferiores;
  • Promover a reabilitação total do paciente.

PÚBLICO-ALVO

Idosos acima de 60 anos, de ambos em sexos, independentes ou com algum grau de dependência, e, em sua maioria, portadores de Doenças Crônicas Não-Transmissíveis.

NÚMERO DE PARTICIPANTES

143

DIVULGAÇÃO

Através de Programa de Rádio, mídias sociais e boca-a-boca

ATIVIDADES

Os idosos chegam às 06:00h da manhã, realizam exercícios de aquecimento (exercícios de mobilidade e flexibilidade). Em seguida, os participantes são separados em duplas e iniciam os exercícios funcionais através de circuitos que contemplam movimentos integrados (empurrar, puxar, agachar, girar, lançar, dentre outros), e, após 40 minutos de realização, são direcionados ao Pólo da Academia da Saúde para realização de momento de relaxamento. Às 07:00h, todos os participantes são liberados.

AVALIAÇÃO INICIAL

AVALIAÇÃO INTERMEDIÁRIA

AVALIAÇÃO FINAL

 

EQUIPE

01 Profissional de educação física

EQUIPAMENTOS E RECURSOS FINANCEIROS

  • Academia da Saúde;
  • medicine ball,
  • barras;
  • anilhas;
  • halteres;
  • escada de agilidade;
  • jump's;
  • TRX;
  • cones de agilidade;
  • caixa de som, microfones, dentre outros.

Todos os equipamentos utilizados são de posse do município que, diante da necessidade, providencia o material necessário à realização das atividades através de emendas, financiamento próprio, dentre outros.

RESULTADOS

Maior adesão dos idosos à prática de atividade física, aumento dos níveis de força, resistência, mobilidade e flexibilidade dos mesmos, melhora da qualidade do sono, controle de Doenças Crônicas Não-transmissíveis, dentre outros.

Restabelecimento do equilíbrio;

Aumento de força e potência;

Aumento da mobilidade e flexibilidade de membros superiores e inferiores;

Promoção da reabilitação total dos pacientes

Ficha técnica

Município:
Doutor Severiano
Instituição Responsável:
Secretaria Municipal de Saúde
Coordenação da experiência:
Carla Inês Jácome da Silva Franco
Email da coordenação:
smsdrseveriano@rn.gov.br
Telefone institucional:
(84) 3356-0002
Categoria da experiência:
Reabilitação da pessoa idosa
Parceiros:
Academia da Saúde

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br