2013
-
Sul
Implementando a Caderneta
Estratégias Singulares de Implantação da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa no Município de Caxias do Sul

A Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa permite acompanhar as condições de saúde e demais aspectos que possam interferir no bem-estar do usuário, além de estabelecer critérios de risco para a organização dos atendimentos nos serviços de saúde. A Secretaria Municipal de Saúde de Caxias do Sul identificou e cadastrou a população com 60 anos ou mais e sensibilizou as equipes das Unidades Básicas de Saúde para a importância de conhecer a comunidade onde estão inseridos. A ação vem facilitando a construção da rede de atenção à saúde da população idosa, permitindo ampliar as parcerias locais. A prática também motivou os profissionais de saúde a refletirem sobre seus processos de trabalho, no atendimento e assistência à saúde à pessoa idosa, fortalecendo a importância da construção de planos terapêuticos singulares a partir da realidade de cada usuário.

O objetivo da inciativa foi conhecer e avaliar o processo de implantação da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa nos 7 munícipios selecionados e seu papel como instrumento de gestão do cuidado, incentivo à construção de planos terapêuticos singulares, de oportunidade para refletir processos de trabalho e de sensibilizar a equipes da AB para a importância da Caderneta e identificação de recursos e parcerias comunitárias. Foram apresentadas sete experiências de implementação da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa no município de Caxias do Sul (RS). A metodologia utilizada variou conforme as particularidades de cada unidade de saúde, composição da equipe ou características locais. Nas unidades de saúde tradicionais, destaca-se o agendamento das consultas e o uso de grupos como o Hiperdia, entre as principais estratégias de atuação. Nas unidades de saúde que possuem Estratégia Saúde da Família (ESF), por outro lado, destaca-se a atuação do Agente Comunitário de Saúde, de forma complementar ao restante da equipe da UBS, especialmente nas visitas domiciliares. Como resultados, foram salientados o aumento do vínculo da pessoa idosa com os profissionais que atuam na Atenção Básica (AB) e a maior compreensão das equipes quanto à importância do desenvolvimento de parcerias intersetoriais como forma de garantir o cuidado em rede.

Ficha técnica


Município: 
Caxias do Sul, RS

Instituição Responsável: 
Secretaria Municipal da Saúde de Caxias do Sul


Coordenador da experiência: 
Nadia Peresin Perottoni

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(54) 3290-4555

Beneficiados: 
2.285 pessoas idosas até 2012


Categoria da experiência: 
Implementação da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br