2013
-
Sul
Atenção à violência
Construção de Rede de Atenção aos Casos de Violência Contra o Idoso

Os casos de violência geram graves consequências para a saúde do indivíduo e do meio no qual ele está inserido e, por isso, devem ser compreendidos como problema de saúde pública e receber atenção especial. Nessa experiência estadual, foram apresentadas estratégias de sensibilização dos profissionais de saúde para a correta notificação das situações de violência no SINAN, instrumento de notificação que permite o conhecimento das dimensões, formas, vítimas e agentes da violência. Isso possibilita que a Secretaria de Saúde desencadeie ações de prevenção e assistência adequadas.

A notificação da violência permite acionar, de forma integrada e intersetorial, as várias políticas necessárias para os encaminhamentos de cada situação - considerando as particularidades - ao propor encaminhamentos e monitoramento. Assim, a discussão dos casos conta com a participação de equipes de saúde da UBS, Núcleo de Atenção ao Idoso, Núcleo de Saúde Mental, equipes dos CRAS e Serviço de Proteção Especial ao Idoso da Assistência Social. O número de notificação aumentou com a implantação da rede, e, enquanto em 2007, 35 casosforam notificados; em 2012 foram 162.

 

Ficha técnica


Município: 
Caxias do Sul, RS

Instituição Responsável: 
Secretaria Municipal de Saúde de Caxias do Sul


Coordenador da experiência: 
Joseane Boff Zanella e Nádia Peresin Perottoni

Email da coordenação: 

Telefone institucional: 
(54) 3290-4564

Beneficiados: 
Toda a população idosa do município


Categoria da experiência: 
Prevenção de doenças e agravos em pessoas idosas (quedas, violência, suicídio, doenças crônicas não transmissíveis, uso abusivo de álcool, tabaco e outras drogas; acidentes de trânsito, saúde sexual e prevenção à ISTs/HIV-Aids e hepatites virais, etc.)

Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa/DAPES/SAS/MS
Telefone: (61) 3315-6226
idoso@saude.gov.br